NOME LOCALIZAÇÃO DESCRIÇÃO DO RETORNO
Dennis Miller Wisconsin, EUA Várias semanas após seu desaparecimento, o sujeito reapareceu em sua caminhonete. Em um transe, o sujeito tirou gasolina do veículo, consumindo cerca de 4 litros antes de ser descoberto. Funcionários médicos encontraram um crescimento de tumores malignos de 44kg na parte de trás do crânio cheio de leite coalhado, pele, e massa cinzenta. Sujeito expirou de um aneurisma cerebral fatal.
Mary McGill Ontário, Canadá Arquivado como um caso de pessoa desaparecida não resolvido, o sujeito reapareceu vários anos após seu desaparecimento e a 8 km de distância de sua fazenda, próxima à Rodovia 400. Um motorista em um caminhão Ryder descobriu e reportou o cadáver mutilado do sujeito, especulando que eram os restos de um veado necrótico. Uma autopsia descobriu uma camada espessa de queijos azuis no estômago e no esôfago. Causa da morte foi desidratação terminal.
Dado Kovačić Lapland, Finlândia

O sujeito foi selecionado como participante de testes preliminares de experimentação. Dois dias após passar pelo ritual, ele reapareceu no rio Tornio. Após viajar a jusante cerca de 600 metros, agentes de campo o recuperaram novamente em uma pescaria privada. Sujeito passou por mutação física extensiva, possuindo três conjuntos de membros ungulados e anatomia externa e tamanho de um touro (Bos taurus) maduro.

Após a recuperação, ele repetidamente expressou o desejo de retornar e ficou enfurecido quando detido, momento em que ele atacou. Ele prendeu um agente contra a parede, causando danos extensos na coluna vertebral e nas costelas antes de ser terminado.

Ramaeshwara Punja Meghalaya, Índia

Vários meses após passar pelo ritual em custódia da Fundação, o sujeito reapareceu dentro de um celeiro em uma propriedade agrícola da Fundação. Agentes de campo recuperaram o sujeito e notaram que ele estava severamente desidratado e delirante, tendo bebido leite cru de várias vacas e cabras. Sujeito descreveu seu tempo dentro de SCP-4475 como "uma mistura de tantos aromas de queijo diferentes."

Depois de se recuperar, o sujeito manifestou uma habilidade "lactocinética": A capacidade psíquica de manipular produtos lacticínios. Devido a sua complacência, Projeto GALAXIAS deu a ele status de funcionário Classe-E.